Queria acordar, mas não era um sonho

tumblr_lqm3gxajtd1qje2r2o1_500

Cansei. As forças já se acabaram e sinto que não vou conseguir mais me erguer novamente. A dor emocional é tão intensa que chega a ser física, literalmente. Chegamos em um ponto aonde não me vejo mais feliz ao seu lado. Será que vale a pena continuar? Vou conseguir deixar você pra trás mesmo depois de tanta luta, tantos momentos felizes juntos? Sinceramente não sei. Mas não consigo, nem quero mais continuar assim. Dizem que quando chega a fazer mal já não é mais amor. Talvez seja isso. Agora há somente o meu amor por você. Amo alguém incapaz de sentir algo de bom.

E você vai vim dizer: é tudo drama, tu tá muito fresca. Mas não é. Só você não vê que está me perdendo. Não era drama quando eu chorei, ainda ontem, e você simplesmente virou as costas e dormiu. Lembra quando eu tava com odio de você, engoli meu choro e fui ao seu auxilio porque você estava mal? Ou quando você me humilhou, riu de mim e eu te perdoei no dia seguinte? E aquela vez que você mentiu e eu fingi que estava bem por dias, mas só meu travesseiro sabe quantas lagrimas eu derramei. Você ainda se lembra? Acho que não.

Você se transformou em alguém que já não se importa comigo, dormir na sua cama significa apenas sexo, os diálogos estão morrendo aos poucos e creio que eu também estou. Vivo numa angustia sem fim, me perguntando o que fazer, aonde estou errando. Mas perai, o erro não é meu. Eu faço por você coisas que nunca fiz por ninguém, eu me esforço demais pra te ver bem, e você só me retribui com lagrimas e grosseria.

Todo mundo tem um limite, você só vai enxergar que você me perdeu quando olhar pro lado e não me ver mais ali. Quando precisar de alguém pra te acalmar e eu falar que to sem tempo. Quando me ver sorrindo ao lado de um outro alguém, que eu talvez nem ame tanto como te amei, mas que me trate melhor e me dê mais atenção. Até lá, sou somente eu no meu quarto com meus livros, minhas lagrimas e sua indiferença.

Sem saber o que fazer, qual caminho tomar. Que atitude será a certa? Como me reerguer novamente? Aonde procurar forças para mais um dia? Sinceramente não sei a resposta para nenhuma dessas perguntas e espero que elas venham antes da minha vontade de viver acabar e a dor me levar a caminho sem volta.

Esperar é doloroso. Esquecer é doloroso. Mas não saber o que fazer é o pior tipo de sofrimento.

Texto escrito por Franciele Sparks

cymera_20160416_010635.jpg

Anúncios

Um comentário sobre “Queria acordar, mas não era um sonho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s