Resenha – Livro Espelho das Cores

Escrever me faz sentir vivo, ainda que os vazios estejam presentes.

12122421_1628961104040463_4817665951752337890_n O livro vai nos contar a história conflitante de Gabriel. Um garoto comum, que frequenta a escola, igreja e igual a todos na sua idade se apaixona.

Gabriel se considerava comum, até que um dia jogando guitar hero ele sentiu atração pelo seu melhor amigo Juan. Sentimentos confusos e conflitantes começam a surgir na cabeça do menino. Teria Juan correspondido? Seria ambos gays por isso?

Mesmo incerto de tudo, ele resolve se arriscar em um sentimento intenso que o move: paixão. Mas nem tudo são flores. Ele se vê cercados de histórias não contadas, meias verdades e chega a acreditar não ter amigos verdadeiros.

Nada é o que parece. Seus sonhos vão por água abaixo, junto com suas esperanças sobre o amor. O jeito é levar a vida em frente, e Gabriel se vê lutando todo dia por algo em que acredita. Uma nova paixão surge em meio a esse fogo cruzado: a escrita. Talvez essa seja a forma de concertar tudo, é nisso em que ele acredita. Mas as pessoas mudam, as vezes pra melhor e outras pro pior. Lições são aprendidas e Gabriel deixa de ser um garoto e se torna um homem seguro de si e determinado.

Muitas questões são abordadas no livro. Sobre o preconceito principalmente, não somente preconceito homofóbico. Criticas sobre como a sociedade vê e julga a todos. Mais detalhes sobre a obra iria trazer spoillers, e ninguém aqui quer isso ne?! Mas se você ainda assim quer saber mais sobre Gabriel e sua turma, continue lendo. Vou contar mais um pouquinho do livro para vocês. (Sem spoillers é claro)

divider-51.png

Diagramação, Capa e Gramatica

img_20160731_170708.jpg

A capa é bem colorida e chamativa, o que a deixou linda. Ao ler a história entendemos o significado das cores, o porque do titulo e isso só me fez gostar ainda mais dela. Não notei nenhum erro de gramatica ou digitação. A diagramação foi bem clean. Confesso que no começo eu me incomodei um pouco com o fato de não ser usado hífen e paragrafo nas falas. Mas a escrita do autor fez com que os diálogos fossem naturais e com o decorrer do livro já nem percebia mais esse detalhe. Todos os capítulos começavam com um pequeno poema, o que achei lindo por amar poemas. O livro foi feito bem simples, mas também bem delicado. Gostei bastante.

divider-51.png

Observações Gerais sobre o Livro

No decorrer da leitura eu amava e odiava os personagens e achei isso incrível. Ninguém era totalmente bom, ou sempre vitima. Todos os acontecimentos eram ligados uns aos outros. Eu as vezes queria entrar la e falar: NÃO FAZ ISSO! CONTA LOGO! SAI DAI! Mas infelizmente não foi possível e os personagens escolheram seus caminhos e pagaram as consequências.  O livro me fez entender um pouco mais como são os dilemas enfrentados por um homossexual. Queria quer tivesse abordado ainda mais isso, mas diferente do que pensei o livro não era a história de um garoto gay que se assume. O livro é a história de uma garoto. Ponto. Ser gay é apenas parte do que ele é, o foco não é esse. O foco da história para mim foi amizades, descoberta, preconceito, fugir dos seus medos… Gabriel e seus amigos passam por muitas coisas, altos e baixos. E confesso que o livro traz muito da nossa vida cotidiana. O que a sociedade pensa sobre isso ou aquilo e como isso afeta a cabeça das pessoas. Foi um livro carregado de criticas, e eu amo livros que fazem isso. A escrita do autor é super leve e fluida. Você vai lendo e nem percebe que já leu tantas páginas. Bom, já falei demais ne?! Comprem, leiam e me conte sua opinião sobre a obra. Deixem seu comentário, é muito importante pra mim. Beijinhos doces ❤
divider-51.png

Avisos e links

divider-51.png

  • Já conhece a Méliuz? Se você faz compras pela internet saiba que pode resgatar uma parte do dinheiro que você gasta. Se inscrevendo pelo link do Inside você ganha 10 reais. Confira o regulamento e tire duvidas pelo email.

    Meliuz – faça seu cadastro:)

divider-51.png

assinatura

Anúncios

26 comentários sobre “Resenha – Livro Espelho das Cores

  1. Eu já havia lido sobre esse livro e curtido muito a proposta. Li sua resenha e continuo gostando haha. ADORO livros com críticas, ainda mais abordando o preconceito. Algo muito interessante que vi aí foi o autor tratar a sexualidade do personagem como apenas um dos tantos outros predicados que ele tem, o que é bemmmmm bacana. Geralmente quando um personagem é gay, ele é aquilo ali, TUDO gira em torno disso e ponto. Fico feliz que o autor tenha caminhado por outro lado… Também gosto muito dessa capa.
    Nem preciso dizer que adorei sua resenha né? Muito bem escrita como sempre. Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    Curtido por 1 pessoa

    • Quando você elogia a resenha fico toda boba, tenho um amor infinito no seu blog. O autor fez muito bem em escrever do jeito que foi, igual você disse todos os livros com um personagem principal gay faz com que tudo gire em torno da homossexualidade dele. Adorei ler algo diferente dessa vez, super indico.
      Obrigada por comentar, beijinhos doces ❤

      Curtir

  2. É tão bom quando pegamos um livro achando que ele seria de um forma e nos surpreender com ele sendo bem melhor, não é? Adorei sua resenha. Também gostei da capa e confesso que fiquei curiosa quanto a descobrir o motivo do titulo do livro ser esse. Quando vejo que um livro aborda o homossexualismo ja fico esperando que a história gire em torno de apenas isso, fico feliz que o livro não se prende e foque apenas esse assunto. Vou coloca-lo na minha infinita lista de desejados. Bjos!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Eu amo livros com temas fortes e esse parece um prato cheio. Outra coisa que amei foi o fato de os personagens não são só bonzinhos ou más. Isso aproxima mais a vida real. Gostei bastante da capa. Esse tipo de diagramação que não marca as falas do personagens me deixa desconfortável, mas depois de um tempo você vai pegando o ritmo.

    Beijos,
    Mia
    miaestanteliteraria@gmail.com

    Curtido por 1 pessoa

  4. Eu terminei hoje esse livro e adorei, de verdade.
    No começo a questão do hífen me incomodou bastante, porque a gente pega o costume né hahaha mas depois como você mesma disse, nem notava mais.
    To me preparando pra escrever minha resenh, e adorei a sua ♡

    Curtido por 1 pessoa

  5. Ainda não conhecia o livro, mais posso dizer que estou ansiosa para ler, adoro quando o livro aborda temas fortes sabe e de certa maneira a personalidade dos personagens traz mais realidade a leitura.
    Adorei a dica
    Beijos
    leitoresjardimliterario.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  6. Pingback: Book Haul + Livros que li em Julho | Inside the Books

  7. Pingback: Livros que li em 2016 | Inside The Books

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s