Uma Noite Para Sempre

Surpresa não é sentir seu sabor em minha boca, a cada beijo roubado, a cada toque sentido. Surpresa não é gemer quando você me ama ou quando me faz estremecer. Surpresa é saber que preciso de você para respirar, é saber que preciso de você para, de uma vez, esquecer.

Sabe quando você fica muito tempo lendo um livro de ficção científica, distopia ou mistério e PRECISA ler um romance? Foi isso que me aconteceu. Devido a estar lendo e assistindo game of thrones eu fiquei bem colada nesse mundo criando teorias e precisava ler algo que fosse um romance bem construído e emocionante. Precisava de algo cativante sabe?! Bom, ai apareceu esse livro da autora parceira Helena que já tem um título resenhado aqui no blog. (CLIQUE AQUI PARA VER)

Helena foi a primeira parceira do blog e eu li aquele livro dela umas 3 vezes de tão apaixonada que fiquei. Além de linda e uma fofa, ela escreve SUPER bem. Vale lembrar que esse livro está em pre-venda na Amazon por menos de 10 reais, vou deixar o link no final do post. Chega de enrolação e vamos para o livro:  Continuar lendo

Anúncios

Bienal 2017

Hoje vim compartilhar com vocês sobre alguns autores que (eu AMO) e vão estar na bienal esse ano. São parceiros queridos aqui do ig e se você for pra bienal passe lá e dê um abraço neles por mim já que eu não vou poder ir. Lembrando que qualquer dúvida você pode deixar comentário ou mandar e-mail que vou responder. Vamos lá:

barra7

Flávia e Carlos

Os autores do livro (já resenhado AQUI) Alice Black vão estar lançando seu novo livro na bienal desse ano. O livro A vida é uma tarde de chuva já apareceu aqui no blog na coluna Fran Approves (CLIQUE AQUI PARA VER). Os autores vão estar no dia 02/09 no Pavilhão azul, estande H33 as 11 horas. Eles vão estar junto a editora PenDragon que possui outros títulos incríveis. Vale a pena passar por lá.

Sinopse

Saiba que há um monstro escondido em Desídia. E ele se alimenta de vida interior. Glenn está sozinha no mundo. Vive na estrada, entre pontos de partida e destinos igualmente irrelevantes. Imersa em seu nada, pega carona com um estranho escultor. Os dois sofrem um acidente, causado por um homem prestes a tirar a própria vida.
Ferida, ela é carregada para Desídia, um vilarejo misterioso e esquecido pelo tempo. Quando descobre que, ali, os sonhos, os laços e o amor cobram um preço alto demais, como sempre faz, decide fugir das pessoas, dos problemas, de tudo.
Mas sua vida pode mudar para sempre em uma tarde de chuva.

Continuar lendo

O Diário de Anne Frank 

Eu vou começar o post dizendo o quanto eu AMO ler livros que se passam ou falam da segunda guerra mundial. A menina que roubava livros, o garoto do pijama listrado, belle, o colecionador de lágrimas são exemplos de livros que eu amei e que tinham passagem por esse tempo histórico.

IMG_6447

Eu sempre tive uma vontade enorme de ler O Diário de Anne Frank porque imaginei que seria um arquivo com detalhes da guerra e do que os judeus passaram naquela época. Por ser um diário, eu não posso dar muitos detalhes porque vai que alguém por ai não leu ainda não é mesmo? Vou apenas contar por alto o que acontece durante o livro e minha opinião sobre ele. Continuar lendo

Fran Approves: A vida é uma tarde de chuva 

Oi amores, finalmente voltei com a coluna aqui do blog aonde eu indico livros, séries ou filmes que eu ainda não li mas estou apostando que vão ser incríveis.

Dessa vez eu venho com um livro de autores que eu já conheço e admiro muito. O outro titulo deles já tem resenha aqui no blog, e vou deixar o link AQUI – só clicar para você conhecer. Antes de começar devo dizer que eles já ganharam meu coração com a capa babadeira, que vou deixar pro final pra prender todo mundo. (Não vale rolar a tela em?! 😟) Vamos lá as informações que eu já tenho sobre o livro:

barra7

Continuar lendo

#IndiretasMusicais – Grey e Anastasia

Estava eu na minha aula de dança, curtindo as músicas e relaxando quando me vem à cabeça a ideia de escolher músicas para os casais literários. Então pensei: porque não começar essa nova coluna lá no blog? E aqui estou. Cortando a fitinha imaginária e inaugurando o primeiro post (de muitos) dessa coluna que irá se chamar: #indiretasmusicais.

Como funciona: Todo mês irei escolher o casal de um livro aleatório  (seja namorados ou amigos) e colocar 3 ou mais músicas que definam bem o relacionamento um do outro. As músicas podem ser indiretas também, como se a pessoa cantando fosse o personagem falando para o seu companheiro.

dakotaejamie

Foto: Steven Pan/ Glamour

 

Eu escolhi Grey e Ana por motivos óbvios. Esse mês estreia nos cinemas de todo brasil CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS. A ansiedade está tomando conta e quero ver esse filme logo. Não selecionei nenhuma música de trilha sonora do filme para não ficar obvio demais. Eu vou falar um pouquinho do porque de cada música e colocar um trecho ok?! Ok. Então, bora lá fazer história 😂

 

Continuar lendo

Livros que li em 2016

Hey amores, tudo bem? Hoje aproveitando o primeiro dia do mês e vim mostrar para vocês todos os títulos que li ano passado. Infelizmente não bati minha meta que era 50 livros mas foi quase, então já fiquei feliz. Também não vou entrar em detalhes sobre cada livro porque a maioria tem resenha aqui no blog ou eu já comentei no ig. Alias, se ainda não me segue lá no instagram corre la que to sempre postando tudinho por lá: @insidethe_books.

Agora chega de enrolação e vamos a lista. Lembrando que os livros que tem resenha aqui, para ver a resenha é só clicar no titulo ok?! ok. Let’s go!

barra7

Continuar lendo

Eu me possuo

A resenha de hoje é um livro que recebi em pdf da parceira Stella Florence. A autora nacional tem 10 livros e entre eles esse que li e vim comentar com vocês. Mesmo sendo um livro com o tema bem pesado e sério, ela conseguiu me fazer ler o livro em um dia. Simplesmente não consegui parar e devo dizer, preparem os lenços, é extremamente tocante.

16158187

Sinopse: “O fato de eu ter me sentido atraída por você, ter ido a sua casa, ter desejado transar com você, não significa que você poderia me violentar. Desejar um homem não é o mesmo que desejar ser estuprada por ele. Você disse que tem ido ao meu bar a m de se desculpar por alguma má impressão que tenha deixado em mim. Você não deixou uma má impressão, Gustavo. Você cometeu um crime. Talvez agora você me pergunte por que eu não te denunciei já que você é um criminoso. Naquela noite, eu dei um nó no meu vestido para disfarçar o rasgo que você fez e me limpei como pude no elevador. Fiquei perambulando pela rua meio tonta, depois entrei num táxi e fui para casa da minha avó. Fui direto para o chuveiro limpar aquilo de mim. Me senti suja, me senti culpada, me senti inferior, me senti até ruim de cama: carreguei por muito tempo acusações que serviam para você, não para mim. Minha falta de experiência me fez acreditar que a culpa era minha, que eu apertei algum botão maldito em você e que talvez sexo fosse aquele horror mesmo. Por isso eu me mantive em silêncio. Mas meu corpo gritava!” Continuar lendo