Resenha – Livro Ultravioleta: A Monarquia das Rosas

Ninguém nasce especial e sim se torna especial. Não precisa ter poderes para isso.

2016-05-26-05.21.14-1.jpg.jpeg Narrado em primeira pessoa o livro Ultravioleta vai nos contar a vida de Valerie. Ela mora em uma cidade chamada Noary, um lugar pequeno e isolado no sul do Brasil, na divisa entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A cidade foi feita de improviso, para abrigar os fugitivos da guerra que estava acontecendo em outros países. Valerie era totalmente invisível na sua escola, passava despercebida pelos valentões e tinha contato com poucas pessoas, dentre elas Stacy – sua melhor amiga.  Após a perda do pai em um inexplicável acidente de carro aonde o corpo nunca foi encontrado, Valerie começa a ter vários pesadelos com um certo garoto a quem chama de Garoto dos Sonhos.

Suas noites já não são mais as mesmas. E como se não bastasse ela é atormentada durante o dia por sombras, seres que ela não compreende direito quem são mas sabe que estão ali.

A chegada de um garoto novo na escola muda tudo. Na primeira troca de olhares, Valerie sente que o conhece de algum lugar e surge ali uma necessidade enorme de protege-lo. Randy, além de ser novato em uma escola aonde é normal a violência também possui varias cicatrizes no rosto, o que faz dele um ótimo alvo para zoações e pancadaria.

Era um menino de cabelos bronzeados, com um rosto que me arrepiou por completo. Sua face era um tanto deformada, repleta de cicatrizes que subiam e desciam, bem como queimaduras.

O fato de conhecer Randy traz a vida de Valerie um mundo totalmente novo. Com incertezas, angustias, respostas e batalhas. Ela descobre a ligação que sente com Randy é algo mais forte do que imaginava e que o Garoto dos Sonhos é uma chave essencial em todo esse mistério. Apesar da vontade de proteger Randy, Valerie também sente que há um perigo através de todo o mistério que o garoto esconde.

O clima tenso só aumenta, começam a ter mortes e desaparecimentos em Noary e seus pesadelos estão cada vez piores e mais reais. Em busca de respostas Valerie se vê cada vez mais curiosa em saber o porque sonhar tanto com uma determinada rosa. Não era qualquer rosa, esta rosa apoderada em chamas, transmite a Valerie uma segurança em meio ao caos que surge em seus pesadelos.

A cada dia que passa Valerie sente que está chegando a hora em que tudo irá mudar. Sua fé é a sua aliada e o seu medo pode se tornar seu pior inimigo. 

divider-51.png

Permita-se brilhar!

Diagramação, Capa e Gramatica

 

2016-03-03-06.40.58-1-1.jpg.jpeg

A capa do livro é incrível. Uma das capas mais lindas que tenho na minha estante. Com um fundo todo preto e uma rosa violeta e fontes simples e brancas que destacaram o titulo, acertaram em cheio. Principalmente pela a capa combinar muito com o que está por dentro do livro.

Quanto a diagramação também só tenho elogios. O jeito “limpo” com que deixou as paginas favoreceu muito na leitura. São 24 capítulos mais prologo e epilogo. No começo de cada capitulo, além da numeração para identificar qual capitulo era também foi usado um titulo, com fonte simples centralizado e em negrito. Frases curtas, que descreviam o sentimento e a situação da personagem naquele momento.

Não notei nenhum erro de gramatica, apenas leves erros de digitação. Porém foram pouquissimos, dois ou três apenas se não me engano.

divider-51.png

Tudo é inseguro, afinal. Contudo, se nós não formos os arquitetos de nossas pontes, não chegaremos aonde queremos ir.

Observações Gerais Sobre o Livro

O livro é maravilhoso! A autora me prendeu do inicio ao fim, e narrou todos os acontecimentos de um jeito em que você não conseguia mais largar o livro. A felicidade de ler um bom livro que tenha muitas paginas é essa, você passa ainda mais tempo desfrutando a estória dos personagens.

Falando em personagens, preciso comentar em como eu fiquei admirada com a amizade da Valerie com a Stacy. É um amor lindo e puro, uma cuida da outra. A autora retratou isso muito bem no livro, a fidelidade delas era inquestionável o tempo todo. Foi lindo de ler.

Outro tópico que é importante falar foi a critica que a autora fez ao machismo, ao assedio e a desvalorização da mulher. Se foi intencional ou não, eu não sei. Mas eu amei ver isso no livro. A personagem principal é uma mulher forte, bem decidida e corajosa. Há uma cena em que a professora nova é desrespeitada e é ai que abre a oportunidade a critica sobre esse assunto. Vejam um trecho:

-Quero que vocês me respeitem também eu sou formada no meio desse caos 
e mereço no minimo um pouc... 
-Merece sim é umas boas palmadas nesse traseiro. pag. 223

(...) eu sei que somos mulheres, porém isso não lhe dá o direito de ser 
tão estúpido. pag. 225

divider-51.png

Só tenho a agradecer a autora por ter me dado a oportunidade de ler e me tornar uma aprendiz da Chamosian junto com a Valerie. (vão ter que ler para entender a piadinha haha) Obrigada Bia, pela oportunidade e pelo carinho que sempre teve, você se tornou uma amiga. Te desejo todo o sucesso do mundo, seu livro é incrível, VOCÊ é incrível e merece tudo de bom na sua vida.

ps: Só pra constar, acho que Ultravioleta deveria virar filme ou quem sabe uma série. rsrs

Por hoje é isso pessoal, comprem o livro. E se você já leu, deixe nos comentários o que achou. Será um prazer interagir com vocês.

PicsArt_1416510428021

 

Post por: Franciele Sparks

Beijinhos ;*9lg5b.png

Anúncios

23 comentários sobre “Resenha – Livro Ultravioleta: A Monarquia das Rosas

  1. Não conhecia o livro, mas de cara AMEI essa capa, concordo com você, que coisa mais linda!!!
    A história não me chamou MUITO a atenção, vou explicar o motivo… Até curto isso de mistério e tudo mais, mas fico apavorada quando dizem que “fulana conheceu fulano” porque já acho que vem por aí um romance nada a ver, clichê e que vai me irritar hahahaha. Porémmm, quando você disse que a autora trouxe assuntos importantes como assédio e machismo, ganhou meu coraçãozinho novamente, assim como a capa havia feito. Acho muito importante falarem sobre isso na literatura. Adorei sua resenha!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá, Franciele.

    Se fosse apenas pelo romance, certeza que eu não iria ler. Mas gosto muito de livros que trazem críticas. O caso do garoto que tem a face deformada e sofre preconceito por isso, também me chamou a atenção. Vou colocar o livro na minha pequena lista de desejados e espero poder ler em breve.

    Ótima resenha. Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Franciele,adorei tua resenha,é um livro bem diferente de tudo que já vi.Se fosse apenas por causa do romance não ia ler,porém o fato de parecer apresentar coisas mágicas por trás e belas mensagens me deu vontade de ler.Valeu pela dica 😉

    Curtido por 1 pessoa

  4. O que mais me atraiu e chamou atenção foi a autora fazer um posicionamento em relação ao machismo já que eu acho super importante, pessoas que são reconhecidas e escritores que se comunicam através das palavras passarem uma mensagem ou até dar um recado breve sobre algo, que no caso, foi o sistema machista. Ah, e a capa é linda mesmo e adorei os trechos que você destacou!

    Beijos, Carol
    Blog com V.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Olá!

    A capa é muito bonita, acredito que essa “simplicidade” de esse tom charmoso. Eu gostei muito da premissa do livro, porém fiquei meio assim em relação ao nome dos personagens, afinal a história se passa no Brasil, mas os personagens tem nomes estrangeiros, na história isso tem alguma explicação? Porque ficou meio estranho dessa forma.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  6. Pingback: Tag 50% – 2016 | Inside the Books

  7. Pingback: Livros que li em Junho | Inside the Books

  8. Pingback: Livros que li em 2016 | Inside The Books

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s