“Porque choras, linda menina?” 

Ainda não obtive uma resposta. Choro por nada. Choro por tudo. Choro por tudo ser nada. Choro por esse nada ser um enorme vazio dentro de mim que ninguém consegue curar. Choro ao me ver no espelho e perceber que TUDO ainda não é nada. 


” Mas que garota confusa tu és, porque não busca ajuda?”

Confusa eu? Porque acharia isso? Minha dor é igual a de uma imensidão de pessoas. As lágrimas vêem junto com sorrisos, ora falso ora real. Minha fome é de carinho. Abraços quentes e perguntas sobre como estou hoje. Tenho carência de olhos nos olhos e afirmações de que tudo irá ficar bem.
Sinto que não irá. Nada vai melhorar.
A confusão faz parte do meu ser. Uma criatura louca que grita por socorro em um imenso silêncio combinado com: Ta tudo bem. 
Texto por: Fran Sparks 

Padrões da Sociedade 

Fui no clube no domingo passado e uma cena que vi me tocou muito. Eu além de me identificar com a garota, quis poder fazer algo, mas sei que a única pessoa que podia salva-la era ela mesma. A história é a seguinte.

O clube estava vazio quando cheguei, poucas pessoas, no máximo 6. Passada algumas horas chegam várias crianças que eram supervisionadas por quatro adultos. Eram uns 6 garotos e 2 garotas. O meu foco aqui, é em uma dessas meninas. Respira fundo e vamos lá.

Todos se trocaram e foram para a piscina o que é de se esperar, obvio. Mas de longe notei que a garota, que vou apelidar carinhosamente de D, apesar de estar com o biquíni por baixo continuou vestida e sentada longe da piscina. Como mulher eu logo pensei, ela deve estar menstruada, tadinha. (Era uma garota de uns 13/14 anos)

Após algum tempo, notei que os amiguinhos dela aos poucos iam se revezando pra sair da piscina e tentar convence-la a entrar na água. Medo talvez? Mas a piscina não era funda. Continuei observando. Após horas, sim, horas, notei que um dos adultos foi conversar com ela. Não me contive e ouvi a conversa. O problema da garota não era menstruação e nem medo da água.

Ela não queria ficar de biquíni porque se achava gorda.

wp-1487635987840.jpg

Continuar lendo

Saudade

É a única palavra que me vem à cabeça quando penso em você. Minha mente viaja e ao fechar os olhos posso jurar que sinto suas mãos acariciando de leve minha barriga como costumava fazer.  Seu cheiro ainda está no meu travesseiro, meu lençol ainda bagunçado por você se mexer tanto ao dormir.

tumblr_lsd5tbxpr91qldhf5o1_500 Continuar lendo

Falando sobre o amor 

Diferente do que muitos pensam amor não é dizer eu te amo todos os dias. É mais do que isso. Amar verdadeiramente alguém é desejar o melhor para aquela pessoa. Colocar as necessidades da pessoa em primeiro lugar, não se importando com quanto vai custar. Eu vejo amor em pequenas atitudes.

wp-image-2026554543jpg.jpeg

Um abraço apertado é amor,  mas uma bronca na hora certa também é amor. Uma mensagem carinhosa de bom dia, ou até mesmo um estou com saudades pode ter amor. Mas uma ligação preocupada querendo saber se a pessoa chegou bem em casa também tem amor.

Continuar lendo

[Texto] Notas rápidas sobre o amor

 

Sozinha aproveitando o silêncio do quarto penso novamente em nos dois. 

Você saiu de fininho do quarto e só senti sua falta agora ao acordar. Sinto uma saudade imensa do seu corpo e dos seus carinhos. Eu estava passando um pouco mal, e você cuidou de mim como ninguém jamais fez. 

Continuar lendo

O que é ser forte para você?

 

Snapchat-8079591689142549728

Parei para pensar e vi que ser forte é algo muito relativo.

Alguns vêem a força naquele homem ou mulher que não sai da academia, o atleta de ufc que ganha vários prêmios… 
Para mim esse é um tipo de força superficial.

A verdadeira força, pra mim, é aquela pessoa que passa por momentos difíceis sem cair, sem abaixar a cabeça, sem se deixar vencer.

Continuar lendo

Como esquecer um otário

O post de hoje é algo que vi no blog da Isabela Freitas. Lá tem uns textos muitos legais, então vale lembrar desde o inicio que o texto não é meu! Ele foi escrito pelo Alexandre e achei legal trazer ele para vocês. É principalmente para aquelas/aqueles que ainda sofrem por alguém que não vale muito a pena. Fica ai algumas dicas pra te ajudar a superar esse otário 😉

images.jpg

 Afaste-se completamente

Não adianta querer esquecer e continuar sendo best friends forever, né? As conversas, o contato e as saídas, principalmente, precisam parar.

Pare de segui-lo nas redes sociais (não precisa excluir ou bloquear, apenas pare de seguir). E jamais entre nos perfis dele para ver o que ele anda fazendo. Se realmente não conseguir evitar isso, aí sim bloqueie. Ah, e não esqueça de pedir para as suas amigas que adoram uma fofoca não te falarem absolutamente nada dele ou do que ele posta.

É como se vocês não tivessem se conhecido, ok?

Continuar lendo